2007/01/26

Diz Curso

Depois de longos e insanos trabalhos, durante os quais discorremos sobre todas as matérias, desde a constituição do esqueleto de um mosquito, com uns ligeiros retoques nas florestas tropicais, até à técnica da construção de barragens, pindálicas e sofoséticas, nos rios de pequeno caudal que vão desaguar ao Mar das Campainhas, estamos aptos a dar uma visão rápida, supersónica, aerodinâmica e sputnikiana, de todos os perigos, paralelipipóides e escafândricos, que se nos depararam ameaçadores e apopléticos, neste longo peregrinar, com as folhas sujas, porcas, sebentas e indigestas dos velhos compêndios sobre a Teoria do Calhau, da autoria de Kagha Novitsch.
As afaganosidades agapálgicas da vida, aliadas às simbiências absélicas, que tantas vezes conflituaram na alarmidões dos Cógulos, deram como consequência lógica que os Trifinos melancólicos, obliterados pelas dito-mencionadas afaganosidades agapálgicas, reduzissem consideràvelmente os perigos da arruinástria no vasto campo brutageolófilo.
Aliás que assim não fosse, nada há tão certo como realmente, porque mais vale o Homem todavia nunca, do que ainda assim, sem comparação jamais.
A não ser que se empregue a velha fórmula esquizofrénica, com mistos de alternância concentrada e persistente: "Aliás que assim não seja, não só por isso, mas também porque assim mesmo".
Tenho dito.

Sem comentários: